Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Flagrantes de transporte irregular de estudantes aumentam 425% em BH

Renato Fonseca – Hoje em Dia

transporte irregular belo horizonte

Alheios à fiscalização e sem o menor constrangimento, motoristas ignoram a licença obrigatória para as vans escolares, abarrotam carros de passeio com estudantes e ainda fazem propaganda dos serviços ilegais. O transporte clandestino no caminho entre a casa e a escola é traduzido em estatísticas alarmantes na capital.
Oitenta e quatro condutores de Belo Horizonte foram flagrados colocando em risco a vida de crianças e adolescentes no primeiro semestre deste ano. O número é cinco vezes maior se comparado ao mesmo período de 2014. De janeiro a junho do ano passado, 16 motoristas foram pegos sem autorização para a condução de escolares.
A infração é grave, rende cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69. O salto nas ocorrências, segundo a Polícia Militar, se deve ao aumento das irregularidades por parte dos motoristas e ao reforço nas operações. Já os motoristas regulares do transporte escolar garantem que a fiscalização ainda é tímida, o que estaria contribuindo para a clandestinidade.
Conforme a BHTrans, somente micro-ônibus, vans, ônibus e Kombis podem ser regularizados para o transporte escolar em BH. Porém, não é difícil ver o transporte clandestino atuando livremente nas imediações de escolas da metrópole.
Durante quatro dias, a reportagem do Hoje em Dia acompanhou a entrada e saída de estudantes belo-horizontinos em cinco instituições de três regiões: Centro-Sul, Leste e Venda Nova.
Rapidez e ousadia
No caso dos carros pequenos, a ação é bem planejada, rápida e ousada. A maioria estaciona em ruas adjacentes às unidades de ensino para evitar contato direto com as vans credenciadas. Em alguns casos, os alunos seguem a pé em direção ao automóvel.
Na última quarta-feira, a motorista de um Doblò, já conhecida por quem transporta alunos de uma escola do Santa Tereza, aguardava seis meninos. Ela foi abordada pela reportagem, mas fechou rapidamente as portas e pisou fundo no acelerador. No mesmo dia, um Celta com cinco crianças – quatro sentadas no banco traseiro – também atuava de forma clandestina.
As vans irregulares param livremente na porta. A diferença é que elas não têm o selo azul da vistoria, fornecido pela BHTrans. Em todos os casos, o principal atrativo é o preço, capaz de seduzir as famílias. Enquanto os motoristas regulares cobram, em média, R$ 200, há clandestinos pedindo cerca de R$ 150. “A concorrência é muito desleal”, afirma a motorista Eliane Sampaio, que há seis anos atua na região Leste.
Para cada credenciado, um veículo sem autorização
O transporte escolar em Belo Horizonte é feito por 1.914 veículos, entre micro-ônibus, vans, ônibus e Kombis. Porém, para cada automóvel cadastrado na BHTrans há outro clandestino. A afirmação é do presidente do Sindicato dos Transportadores de Escolares da Grande BH (Sintesc), Carlos Eduardo Campos.
“Esse é um problema antigo e as autoridades sabem disso. Porém, a situação está mais delicada agora. Há uma proliferação desses motoristas”, disse Campos.
Para o presidente da Federação das Associações de Pais e Alunos de Escolas Públicas de Minas Gerais (Fapaemg), Mário de Assis, a situação é grave e precisa ser debatida. “O simples credenciamento não é sinônimo de segurança, mas indica que as normas estão sendo respeitadas”.
Segundo Assis, a solução passa por ações conjuntas, como o remanejamento e ampliação de escolas, mais atuação da polícia e conscientização dos pais. “O serviço de ônibus é ruim e não há escola no bairro daquele estudante”. Ele completa: “Em muitos países, é comum o pai levar à escola o filho e os colegas do prédio que estudam na mesma instituição. É a carona organizada. O debate deve envolver toda a sociedade”.
A BHTrans informou que a autuação de condutores clandestinos deve ser feita pela polícia. O assessor de comunicação do Batalhão de Trânsito (BPTran) da Polícia Militar, tenente Nagib Magela, diz que desde o início do ano a corporação tem feito a operação “Transporte Seguro”. O objetivo é coibir abusos.
“Nós apertamos o cerco aos infratores do transporte escolar nessas operações”, garante o tenente. Segundo ele, o fundamental é a conscientização dos pais. “Eles estão adquirindo um serviço que pode colocar em risco a vida dos próprios filhos”.
Questionado sobre a utilização dos carros de passeio nesta atividade, o oficial alega que o percentual é pequeno e que as principais irregularidades são de vans sem os selos de autorização.
E mais
Diálogo da reportagem com um condutor clandestino que atua na região Oeste da capital mineira
Repórter: Boa tarde. Por favor, recebi um folheto informando que o senhor presta serviço de transporte escolar em Belo Horizonte.
Condutor: Opa! Sou eu mesmo, chefe. Pode falar. Em que posso ajudá-lo?
Repórter: O senhor atende escolas próximas ao bairro Gameleira?
Condutor: Sim. Várias escolas, principalmente ali pros lados do Detran e na Amazonas.
Repórter: Quanto o senhor cobra?
Condutor: Olha…depende. Tem que ver a rua direitinho, onde fica a escola e, principalmente, o horário para saber se tem vaga disponível. Mas, em média, fica uns R$ 150.
Repórter: Qual a forma de pagamento?
Condutor: Em dinheiro e, normalmente, até o quinto dia útil, mas tudo pode ser combinado. A gente pode até fazer um contrato se o senhor quiser.
Repórter: Pelo que percebi no anúncio, é um carro de passeio. A BHTrans autoriza esse serviço?
Condutor: Com relação a isso, o senhor pode ficar despreocupado. Há oito anos faço esse trabalho.
Repórter: Oito?
Condutor: Exatamente.
Repórter: Mas isso não é ilegal?
Condutor: A única diferença é que as vans escolares têm licença da prefeitura. A licença é muito cara e, com a quantidade de meninos que carrego hoje, ficaria inviável.
Repórter: Mas e se o carro for parado em uma blitz?
Condutor: Já fui. Conheço os agentes da BHTrans que atuam na região. Nunca deu nada. É tranquilo.
Repórter: São quantos alunos transportados atualmente?
Condutor: Estou com 21 ou 22. Tenho que olhar. Faço um planejamento de acordo com os horários. Tem uns que estudam pela manhã, outros na parte da tarde. Os meninos vão sentados e com cinto de segurança. Nunca tive problemas.
Repórter: Ok. Vou dar uma olhada e entro em contato novamente. Muito grato.

massoterapia santa tereza belo horizonte

pratique massoterapia em santa tereza belo horizonte

massoterapia belo horizonte

marcelo (massoterapeuta) – 10 anos de atendimento.

contato: (31)97569006 (vivo) , (31)34667798

massagem terapêutica para recuperação e preparação física

ideal para complementar atividades de fisioterapia

e atividades físicas em geral.

acesse: http://www.massoterapiabelohorizonte.wordpress.com

santa tereza belo horizonte Daily update ⋅ August 25, 2015

WEB
Tipo 1.6 8v completo PARCELO parte, 1995

tipo 1.6 8v completo. direcao,ar vidros e travas eletricas, volante ajustavel, lata,pintura e interior em exelente estado, motor novo todo retificado m …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Casa para aluguel em Santa Teresa

Descrição. Casa para aluguel em Santa Teresa. EXCELENTE CASA CORMECIAL!CASA COM SALA AMPLA.3 QUARTO AMPLOS, BANHO SOCIAL …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Mesa branca Tok&Stok

Produto pode ser encontrado no site da Tok&Stok. Valor do novo: R$ 545. Vendo minha mesa usada por 55% do valor original. Usei por apenas 5 …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Apartamento para Comprar em Belo Horizonte – WG House

Detalhes do Imóvel > Belo Horizonte > Buritis > Apartamento > Venda … Rua Hermilo Alves, 216 – sala 02 –Santa TerezaBelo Horizonte – MG – CEP …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Busca – Itacolomito

Rua Itacolomito Horto, Belo Horizonte Guia da rua Kekanto Guia de lojas e … Casa com 4 Quartos, Santa Tereza, Belo Horizonte R$ 700.000 .

santa tereza belo horizonte Daily update ⋅ August 24, 2015

Hoje em Dia
História e cultura de BH preservadas

Berço da história, do nascimento e desenvolvimento de Belo Horizonte, … Apaixonado pelo bairro onde mora, o Santa Tereza, Leste da capital, …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
WEB
Santa Teresa, Belo Horizonte – MG, 31010-280, Brasil para Rua Eurita, 104

Rota rodoviária Geração entre Rua Tenente Vitórino, 71 – Santa Teresa, Belo Horizonte – MG, 31010-280, Brasil y Rua Eurita, 104 – Santa Teresa, …
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Casa vazia Lote Santa tereza

Santa Tereza Casa Lote c/ terreno de 400 m² Proximo ao distrital . estudo incorporação e permuta Anexo Informação Básica, foto rua e mapa.
Google Plus Facebook Twitter Flag as irrelevant
Castelo, Belo Horizonte – MG, Brasil a Rua Conselheiro Rocha

Mapa Road Trip de Rua Castelo de Lisboa – Castelo, Belo Horizonte – MG, Brasil para Rua Conselheiro Rocha, 1800 – Santa Teresa, Belo Horizonte …

Prefeitura determina desapropriação de imóveis para obras no Bairro Santa Tereza

A entrega dos terrenos foi determinada para a realização de obras na Rua Conselheiro Rocha. Com a abertura da via, os carros poderão seguir direto na Rua Mármore, sem precisar virar à esquerda na Rua Dores do Indaiá

postado em 21/08/2015 09:09 / atualizado em 21/08/2015 14:43

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou nesta sexta-feira o Decreto nº 16.066, que declara de utilidade pública, para desapropriação, três imóveis no Bairro Santa Tereza, Região Leste de Belo Horizonte. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Município (DOM).

As desapropriações serão efetivadas mediante acordo ou judicialmente. Tratam-se de quatro lotes, que a princípio pertencem a cinco pessoas.

Conforme o decreto, a retirada dos imóveis acontece em função da obra de urbanização da Rua Conselheiro Rocha, entre as ruas Mármore e Paraisópolis, aprovada no Orçamento Participativo 2009/2010, que já está em andamento. Segundo a PBH, consta no escopo das intervenções terraplenagem, contenções, drenagem, pavimentação asfáltica, urbanização e obras complementares.

De acordo com a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), a Rua Mármore termina onde começa a passarela da estação Santa Tereza do metrô, na Rua Conselheiro Rocha, e não há passagem de veículos entre as duas vias, apenas para pedestres.

Com a abertura da via, os carros poderão seguir direto na Rua Mármore, sem precisar virar à esquerda na Rua Dores do Indaiá. Na passarela do metrô, os veículos vão seguir à esquerda pela Conselheiro Rocha, beirando o muro da linha do trem, passar por baixo do viaduto da Rua Paraisópolis, que liga a Avenida dos Andradas ao Santa Tereza, e sair na Praça Ernesto Tassini, onde fica o tradicional Bar do Orlando e a Pizzaria Parada do Cardoso.

Segundo a Sudecap, o processo de revitalização e abertura da via já começou e o decreto é o primeiro passo para formalizar as negociações da prefeitura com os donos dos imóveis a serem desapropriados. Se não houver acordo, o caso será encaminhado à Justiça, segundo a Sudecap.

A conclusão das obras está prevista para o segundo semestre de 2015, mas esse prazo poderá ser prorrogado em função das desapropriações.

A partir do próximo dia 14, BH contará com o festival Gastro Jazz Santa Tereza

O Gastro Jazz Santa Tereza começa na sexta-feira, 14 de Agosto. O circuito dura quatro semanas

gastro jazz santa tereza bh

Mas, nas próximas semanas, o público que estiver em busca dessas delícias no principal “reduto da boemia” de BH vai se deparar com uma novidade. É capaz até de achar que está em Nova Orleans, EUA. No mês de Agosto, o jazz vai ser a trilha sonora de um circuito gastronômico/cultural que promove a boa música e a diversidade dos sabores elaborados em estabelecimentos tradicionais do Bairro.

O evento

O Gastro Jazz Santa Tereza começa na sexta-feira, 14 de Agosto. O circuito dura quatro semanas. Nos locais onde não houver músicos ao vivo, será mantido o som mecânico dentro do tema proposto e outros afins (como bossa nova e mpb). O objetivo é criar um ambiente relaxante para apreciação dos pratos. Cervejas especiais também estarão nos cardápios, para harmonização com os petiscos sugeridos. Ao todo, doze estabelecimentos vão abrigar o evento que, diferentemente de outros do gênero, não terá caráter competitivo. O objetivo é meramente promover a cultura e divulgar a diversidade de opções culinárias produzidas na região.

Para o presidente da Associação dos Bares e Restaurantes de Santa Tereza (Abrest), Elias Brito, é importante divulgar esse cenário criativo: “A gastronomia de Santa Tereza reúne desde o mais simples ao mais sofisticado dos pratos, sendo capaz de agradar diversos paladares!” – afirma Brito, dono do La Crepe, um dos restaurantes do circuito.

Homenagem especial

Nesta primeira edição, os organizadores definiram que os pratos desenvolvidos para o evento receberão nomes de canções de Fernando Brant. O poeta e compositor mineiro nos deixou em Junho deste ano, mas será sempre lembrado pela obra que construiu em vida. Tradicional freqüentador do Santa Tereza, Brant compôs diversos sucessos do clube da esquina, que marcaram a música nacional.  fonte bhz

apoio:

pratique massoterapia em santa tereza belo horizonte

massoterapia belo horizonte

marcelo (massoterapeuta) – 10 anos de atendimento.

contato: (31)97569006 (vivo) , (31)34667798

massagem terapêutica para recuperação e preparação física

ideal para complementar atividades de fisioterapia

e atividades físicas em geral.

acesse: http://www.massoterapiabelohorizonte.wordpress.com

Casa para Comprar Santa Tereza – Belo Horizonte

Casa para Comprar em Belo Horizonte – WG House

Casa para Comprar em Belo Horizonte – Compra, Venda e Administração de … Rua Hermilo Alves, 216 – sala 02 – Santa TerezaBelo Horizonte – MG …
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.